Pix: ferramenta pode ajudar a criar oportunidades aos correspondentes bancários

Pix pode ajudar o correspondente bancário
[featuredInternaPostBlog]
[metaInternaPostBlog]

O Pix, meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, agradou a população brasileira e tem ganhado cada vez mais adeptos. Praticidade e agilidade são as principais características que fazem do Pix tão querido entre os usuários.

Ele pode ser usado para transferir ou receber dinheiro de uma conta para outra usando chaves cadastradas – normalmente o CPF ou o celular do usuário – e leva no máximo 10 segundos para completar a transferência. Ele está disponível a qualquer hora do dia, todos os dias da semana.

Além disso, o Pix pode ser usado tanto por pessoas físicas quanto pessoas jurídicas. Seja para recebimento de dinheiro ou pagamento de contas de consumo, como luz e internet, até impostos, como o Simples Nacional.

Antes de ver como ele pode colaborar com o Correspondente Bancário vamos entender como ele cresceu entre os brasileiros.

O Pix chegou para ficar

Oficialmente lançado em novembro de 2020, o Pix já conta com mais de 400 milhões de chaves cadastradas. E a ferramenta não para de alcançar novos recordes:

Gráfico com dados trimestrais de transações por instrumento mostrando que o Pix ultrapassou o cartão de crédito e débito
Em menos de 2 anos Pix supera Cartões de Crédito e Débito em número de transações (Imagem Banco Central)

Aceita Pix?

Seja na loja, no táxi, na padaria ou em qualquer outro estabelecimento comercial ou até entre amigos, a pergunta “aceita Pix?” tem se tornado cada vez mais comum entre os brasileiros.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – apontou crescimento no número de estabelecimentos que aceitam o Pix como forma de pagamento.

Segundo o levantamento feito em novembro de 2021, 86% das pequenas empresas optaram pelo Pix como forma de pagamento. Um aumento significativo ao comparar com os 77% registrados em agosto do mesmo ano.

Outra análise, feita pelo Estudo de Pagamentos GMattos, indicou que em janeiro de 2022 aumentou a aceitação do Pix nas maiores lojas online do país. De acordo com o estudo 64,4% dos e-commerces usam Pix. A modalidade perde apenas para o cartão de crédito (98,3%) e o boleto (74,6%).

Pix é uma oportunidade para o Corban

Mas como esse sucesso do Pix pode beneficiar o Correspondente Bancário? A resposta é simples: aproximação com o cliente. Diferentemente do que muitos pensam, não é só por aplicativo de celular que é possível usar o Pix. Com a chave em mãos o pagamento instantâneo pode ser feito também via correspondente bancário.

Ou seja, caso o cliente esteja fora de casa em uma situação que acabou a bateria do celular ou não tem acesso a internet, basta ele ir ao correspondente mais próximo e efetuar a transferência no estabelecimento. Isso aproxima o Corban do cliente e possibilita que seja criado um relacionamento com ele, que poderá se tornar uma porta para oferta de outros serviços.

Pix Saque

Outra maneira do Corban aproveitar o crescimento do uso do pagamento instantâneo é com o Pix Saque. O primeiro banco a disponibilizar essa modalidade à sua rede de correspondentes foi o Bradesco.

O uso do Pix Saque é simples: o Corban gera um QR Code com o valor solicitado pelo cliente, o qual autoriza a transferência ao apontar o celular para o código e fazer a confirmação no aparelho, assim o cliente recebe o dinheiro físico na hora.

O cliente não perde tempo enfrentando filas no banco ou tendo que ir até um caixa eletrônico, enquanto o Corban recebe uma tarifa pelo serviço prestado e tem aumento no fluxo de público em seu estabelecimento.

Depósito Pix

E os correspondentes podem ser um ponto do Saque e Pague e passar a disponibilizar mais uma opção: o depósito via Pix. Nesse caso, o cliente realiza um depósito em espécie e recebe o dinheiro digital na hora.

Assim o usuário não precisa usar o sistema de envelopes dos bancos ou imprimir um boleto, como nos bancos digitais, para realizar o pagamento e efetivar o depósito. Sendo que no depósito comum a compensação do valor demora, ocorrendo somente no final do expediente bancário ou no dia útil seguinte.

Inovações para o Pix em 2022

E 2022 promete muitas novidades para o pagamento instantâneo. O Banco Central confirmou que já existem estudos para efetivar os chamados Pix internacional e Pix offline. O primeiro permitirá o envio de dinheiro para contas no exterior utilizando a plataforma. Já o segundo possibilitará transações sem o uso da internet, via QR Code. Porém ainda não há previsão para o lançamento dessas modalidades.

Entretanto, já está em funcionamento o Pix parcelado. Nessa modalidade o usuário pode parcelar o valor enviado via Pix, enquanto quem recebe a transferência tem acesso ao valor como se fosse pago à vista. Mercado Pago, Pic Pay e Santander são as instituições que possuem permissão do Banco Central para oferecer esse tipo de serviço.

Gerando oportunidades com a visibilidade

Com o aumento no fluxo de clientes diante da oferta de serviços com base no Pix o correspondente precisa de uma estratégia para fortalecer o relacionamento com esses clientes. A melhor opção é contar com uma ferramenta de contato por telefone para manter contato, atualizar informações e informar o cliente sobre ofertas e serviços disponíveis para ele.

Com o software da 3C Plus o Corban faz mais ligações, qualifica atendimentos, tem acesso às gravações das chamadas além de contar com métricas e relatórios em tempo real sobre sua operação. Com informações completas e contato eficiente o correspondente pode alcançar mais resultados na venda de serviços.

Escrito por:

[categoriasPostBlog]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Cadastre-se para receber nossos conteúdos